Quarta-feira, 3 de Outubro de 2018

AEK - Sport Lisboa e Benfica

 

Jogo improprio para cardiacos ontem em Atenas.

 

O Benfica a começar muito bem, a dominar completamente o jogo e a chegar à vantagem de 2 golos confirmando o que se passava em campo.

 

Tudo viria então a mudar imediatamente antes do intervalo devido à expulsão de Ruben Dias com a amostragem do 2º cartão amarelo, ficando o Benfica reduzido a 10 elementos de campo para toda a segunda parte.

 

Todos perspectivavamos então uma segunda parte diferente da primeira, onde em 11 contra 11 o Benfica foi manifestamente superior à equipa do AEK, que fosse um pouco mais dificil mas nada parecido com o que vimos. Lema entrou para o lugar de Salvio que neste jogo praticamente não se notou a sua presença em campo, para compensar a expulsão de Ruben Dias.

 

O Benfica não teve posse de bola, grande caos no lado direito do Benfica por onde o AEK criou muitas jogadas de perigo tendo 2 delas resultado nos golos do AEK. Exigia-se mais posse de bola, ou pelo menos não a perder da forma que se via constantemente a acontecer na segunda parte, de forma "instantanea" não obrigando a qualquer desgaste da equipa do AEK em defender ou a procurar a bola focando-se assim totalmente no ataque. Nem que fosse de forma individual, devia de se ter tentado sair com a bola nos pes tentando sacar alguma falta.

 

Rui Vitória viu bem que Pizzi não se adaptou minimamente as caracteristicas do jogo na segunda parte substituindo-o por Alfa Semedo, que a par de Odisseas foram as figuras do encontro.

 

Alfa conseguiu fazer o "obvio", ou seja, tentar individualmente o que o colectivo não estava a conseguir, saindo para o ataque com a bola nos pés e viu a sua iniciativa premiada com um excelente golo, recolocando assim o Benfica na frente do marcador. Isto numa altura em que o AEK começava a ter dificuldades fisicas, e o golo acabou por ter um efeito psicologico profundo na equipa do AEK que agudizou o "estouro" fisico. Não deixaram de tentar contudo.

Odisseas com brilhantes defesas ao longo da partida, mesmo na primeira parte e principalmente na segunda parte, foi de facto o melhor em campo pelo Benfica.

As dificuldades defensivas pelas quais o Benfica passou na segunda parte a meu ver não tiveram directamente relacionadas com a dupla de centrais estreante na Liga dos Campeões, Conti esteve muito bem e a Lema não se podia ter pedido mais na sua estreia em jogos oficiais do Benfica, mas sim nas laterais e principalmente na lateral direita onde no inicio Andre Almeida e Pizzi não se entenderam minimamente deixando os alas do AEK constantemente libertos. Nem a passagem de Gelson para a direita resolveu esta situação de imediato, e outra coisa que não tinhamos visto esta temporada foram a multiplas trocas entre Andre Almeida e Grimaldo de flanco, e especulando, talvez por intervenção de Rui Vitoria ao ver a ineficiência da dupla André Almeida e Pizzi na direita.

So começou a haver algum equilibrio (mesmo assim pouco) quando Alfa Semedo entrou em campo.

Sem deixar de realçar também a exibição de Seferovic, coroada com um golo, e muito esforçado na segunda parte a desdobrar-se em tarefas defensivas. 

Pouco antes do final do encontro, tempo ainda para Cervi entrar para o lugar de Rafa, ajudando com a sua garra e tecnica a pressionar, segurar a bola e sacar faltas aos adversários, algo que Rafa poderia ter feito mais mas de facto a bola nunca lhe chegou para que o tentasse.

 

Vitoria por 2-3 num jogo que estava "fácil" até à expulsão de Ruben, tornando-se num sacrificio enorme, quer para a equipa quer para os espectadores adeptos do Benfica, onde a bomba de Alfa Semedo foi o momento da grande explosão de alegria dos adeptos.

 

PS: Não posso deixar de referir a execrável narração dos comentadores da TVI, onde comprovam primeiro que não estão a ver o que todos os telespectadores estão a ver ao mesmo tempo, quando fazem comentários depreciativos relativamente a jogadores do Benfica quando as imegens comprovam que, ou viram mal, ou não viram, ou tem "ordens" para deitar abaixo tudo ao que o Glorioso Sport Lisboa e Benfica diga respeito. Aquele comentário relativa a um lance do Conti onde ele leva uma cotovelada do adversário que os comentadores "não viram" mas que depois não se excusaram de referir que o jovem jogador do Benfica estaria a fazer um qualquer tipo de fita, tendo os comentadores em seguida inclusivamente esboçado uma risada, é por demais elucidatório das ideias pré-concebidas e discriminatórias de quem as faz.

 

Saudações Benfiquistas.

 

publicado por Potenza às 10:30
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Outubro de 2018

O empate em Chaves e o jogo de hoje para a LC

 

O empate em Chaves foi um resultado inesperado, num jogo com condições inesperadas.

 

O diluvio, o mau estado do relvado, o atraso no inicio da partida, enfim tudo cisrcunstâncias que não estavamos à espera embora no futebol, e principalmente no futebol português ultimamente temos de esperar de tudo e mais alguma coisa.

 

O arbitro do encontro antes do começo do encontro não andou à procura de poças de agua para onde atirar a bola, e não é que faltassem. E lá se deu inicio ao encontro.

 

O Benfica entrou bem e marcou logo de inicio numa bela jogada rapida e de entendimento. 

 

O terreno pesado, e à medida que ia sendo calcado, ia piorando a cada minuto que passava, logo não seria de esperar um futebol vistoso de alto nivel. Alem disso começou a fazer mossa, saindo Jardel lesionado e ficando de fora nos proximos tempos devido a essa mesma lesão.

 

O jogo foi prosseguindo, para a segunda parte, onde o Chaves marcou num livre muito bem executado e sobretudo a aproveitar da melhor forma as condições do terreno, muito rapido para a bola e com irregularidades, muito embora devesse de estar mais gente na barreira (apenas 2 jogadores).

 

O Benfica voltou a reagir bem e Rafa a marcar novamente noutra bela jogada de entendimento.

 

Praticamente no fim do encontro, Conti a fazer falta sobre um jogador do Chaves. Tentou jogar a bola mas quando la chegou já o jogador do Chaves a tinha tirando de lá uma fracção de segundo antes. Falta para amarelo onde o arbitro Capela decide-se pelo vermelho directo. 

 

Ainda me lembro de no inicio da epoca a associação dos arbitros ter disponibilizado um video, video esse onde Capela foi um dos principais protagonistas ao referir que era necessário mostrar o lado humano dos arbitros, que se devia de instaurar uma maior interação entre os arbitros e os espectadores e que a transparância em tudo o que envolvesse os arbitros devia de ser melhorada.

Para além do que vimos este sr fazer na epoca passada num jogo da agremiação do Lumiar fora, onde William Carvalho para ai à "meia-hora" de tempo extra concedido pelo mesmo sr nesse jogo, cravou de forma distinta, assertiva e absolutamente visivel a todos para alem de qualquer duvida, os pitons da sua bota no tornozelo do jogador adversário arrancando-o pela raiz, mas curiosamente aqui nem falta foi assinalada e muito menos sanção disciplinar, quer durante quer após o encontro para o rapidissimo jogador então da agremiação do Lumiar.

No jogo de Chaves, uma situação de muito menor gravidade, sem comparação possivel pois o jogador do Chaves continuou em forma total dentro de campo ao contrário do que sucedeu com o jogador que sofreu a falta de William Carvalho (ficou desde logo inutilizado sendo celebres as fotografias mostradas pelo Presidente do seu clube logo apos o encontro terminar), decide-se por um cartão vermelho !

Coincidência o facto de um central do Benfica ter saido lesionado no decorrer do encontro, o Capela expulsar o seu substituto com um vermelho directo sendo o proximo jogo do campeonato contra os corruptos das antas? Quem nos acompanha por aqui sabe que não acreditamos em coincidências.

E o Chaves lá acaba por empatar num remate bem colocado, e o sr Capela lá teve direito ao brinde a que se candidatou.

 

Hoje é dia de Liga dos Campeões, visita ao AEK de Atenas. 

Acho que será errado fazer comparações com o PAOK, pois o AEK qualificou-se para a fase de grupos e o PAOK não, logo tem de existir diferenças de qualidade entre estas 2 equipas. A unica comparação que se poderá fazer será relativa ao ambiente que se irá viver logo no Estádio, embora considere que isso aos jogadores do Benfica não influenciará em nada o seu desempenho.

Importa o Benfica jogar da forma que sabe, com segurança defensiva, controlo da posse de bola e tentar pressionar alto, como tem sido apanágio na maioria dos jogos desta época. 

Motivação extra para Conti que se estreará na Liga dos Campeões e se quer redimir da situação ocorrida em Chaves.

Veremos se Gedson regressa ao meio campo ou se existirá outra opção por parte de Rui Vitória.

O objectivo é vencer esta partida para começar a recuperação de pontos tendo em vista a passagem à fase seguinte da competição.

 

Saudações Benfiquistas.

publicado por Potenza às 10:34
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

Obrigado Luisão

 

Obrigado Luisão por toda a dedicação que colocaste ao serviço do Glorioso Sport Lisboa e Benfica.

 

Ainda tenho bem presente na memória a época em que chegaste ao Benfica e a "pressão" da maldita comunicação social que temos em Portugal, coisa que nunca te abandonou durante todos estes anos que estiveste ao serviço do Benfica.

 

Nem o seres internacional pela selecção do teu Pais, nem o seres o capitão do Benfica os fez desarmar, e os Benfiquistas sabem bem o que é que isso quer dizer, que eras um jogador a ter em conta e altamente temido pelos adversários.

 

São muitos anos, muitos jogos, muitas recordações, mas o que mais me fica na memória são as tuas exibições de gala nos jogos das competições europeias onde foste sempre imperial, especialmente no jogo aereo.

 

Tens por direito próprio o teu nome na história do Glorioso Sport Lisboa e Benfica.

 

Obrigado Luisão.

 

Saudações Benfiquistas.

publicado por Potenza às 12:10
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

Liga dos campeões 18/19

 

O primeiro jogo da fase de grupos da LC desta época decorreu ontem na Luz tendo o Benfica recebido o Bayern de Munique.

 

Todos já sabiamos do favoritismo do Bayern, e é sempre impressionante ver uma equipa com um 11 inicial como aquele com que o Bayern se apresentou na Luz, e isto mesmo com alguns jogadors do plantel lesionados.

 

Quanto ao jogo propriamente dito, não foi visivel um dominio total do Bayern. Realça-se antes o entrar em campo tremido por parte dos jogadores do Benfica, perecia que estavam com receio do bicho papão alemão. Muitos passes falhados e hesitações várias, coisas que não são normais nesta epoca na equipa do Benfica, e não foi por uma pressão por ai além dos jogadores do Bayern.

Assim sendo o primeiro golo do Bayern acaba por surgir com alguma naturalidade numa boa jogada colectiva onde Lewandovski pode efectuar aquilo que tão bem sabe na zona do campo que domina melhor, a àrea adversária, fazendo o golo.

Notou-se depois uma ténue reacção da equipa do Benfica mas sempre muito receosa, e principalmente não conseguindo fazer em campo o seu futebol que tem feito ao longo desta época.

Mesmo assim ainda conseguiram proporcionar algumas oportunidades de golo que foram desproveitadas por Salvio, Ruben Dias e Jardel.

Renato Sanches selou o resultado do jogo numa arrancada das suas proporcionando mais uma excelente jogada, talvez mesmo a melhor de todo o encontro, iniciando a mesma para depois a finalizar bem dento da grande area Benfiquista.

Creio que se os jogadores do Benfica não tivessem entrado em campo de forma tão receosa, e se fossem mais objectivos ao defenirem as suas jogadas de ataque, ou mesmo marcando numa das ocasiões de golo, o resultado podia tr sido diferente.

Destaque pela positiva a entrada de Gabriel na 2ª parte, mesmo não tendo jogado muito tempo conseguiu ser o jogador mais objectivo do Benfica, e provavelmente terá conseguido mostrar a Rui Vitória que necessita de ser aposta para o 11 inicial. Eu pelo menos gostei, ainda para mais em contraste com o eclipse que se passou no meio campo Benfiquista.

Pela negativa a pressão dos jogadores alemães relativamente ao arbitro espanhol da partida, provavelmente em "resposta" à exibição de um seu colega no jogo que envolveu o Shalke04.

 

Saudações Benfiquistas

publicado por Potenza às 14:18
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Agosto de 2018

SEIS QUESTÕES E UM DESAFIO EM NOME DA TRANSPARÊNCIA

 

Ontem tivemos o previlegio de assistir a uma nova forma de comunicação oficial do nosso Glorioso clube.

 

A comunicação consistiu no seguinte:

 

https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2018-2019/08/02/clube-benfica-varandas-fernandes-vice-presidente-declaracoes

 

O que fez a restante comunicação social?

 

Durante várias horas em que consistem os vários programas diários dos varios canais de televisão, a que se juntam todos os jornais e revistas da nossa praça, limitaram-se a comentar apenas e só o desafio lançado:

 

"Nos últimos anos, decerto como manobra de diversão para disfarçar erros e fraquezas próprias, foram alguns tecendo o mito de que o Benfica dominaria as principais estruturas do futebol português. Pois bem: convidamos a Liga Portugal, a Federação Portuguesa de Futebol e respetivos órgãos, incluindo os da justiça desportiva, e também o Tribunal Arbitral do Desporto a publicar nas suas páginas todo o percurso profissional dos seus dirigentes e dos seus quadros. Identificando claramente os clubes onde já trabalharam e exerceram funções. E assumindo cada um a sua preferência clubística, caso exista. Transparência total, para escrutínio total", lançou.

 

Reparem que das 6 questões não foi possivel ouvir/ler um unico comentário, o que evidencia bem o estado dos media em Portugal !

 

1.ª Qual o ponto de situação das investigações à invasão ao centro de treinos dos árbitros na Maia? Já passou tempo de mais sem os necessários esclarecimentos. Prevalecem as dúvidas e o caso parece esquecido, sob um manto de silêncio e opacidade. Nós não esquecemos.

2.ª Qual o ponto de situação sobre as queixas apresentadas por vários árbitros em relação às ameaças que sofreram e que também visaram as suas famílias e os seus bens? Também aqui um manto de silêncio cobre o caso.

3.ª Qual a explicação da Liga Portugal para que na época 2017/2018 não se tenham cumprido os regulamentos na realização da segunda parte do jogo Estoril-Futebol Clube do Porto? Para quem já se esqueceu – porque há quem queira fazer esquecer estas coisas –, o jogo foi retomado 37 dias depois. Nunca se percebeu esta decisão e, para que coisas como esta não se repitam, a Liga deve dar explicações.

4.ª Como se explica que o relatório de perícia feito pela Federação Portuguesa de Futebol, sobre a recente divulgação pública de contratos de jogadores do Sport Lisboa e Benfica, tenha sido publicado num blogue? O documento nunca foi recebido aqui no clube, pelo que é evidente que não foi no Benfica que a fuga teve origem.

5.ª Reconhecendo e assumindo a Liga Portugal e a Federação Portuguesa de Futebol a existência de fragilidades e falta de segurança no sistema de troca de correspondência sobre contratos que circulam entre os seus serviços, uma pergunta se impõe: porque será que só há fugas para a praça pública de contratos do Benfica, e sempre em blogues reconhecidamente associados a outros clubes? No mínimo, é coincidência a mais...

6.ª Como se justificam o silêncio e a total inação da Liga Portugal e da Federação Portuguesa de Futebol diante do crime de acesso indevido e divulgação de correspondência privada por parte de um clube em relação a outro, seu concorrente direto nas competições que a Liga e a Federação gerem e regulamentam? Já existem decisões do Tribunal Administrativo do Porto e da Entidade Reguladora para a Comunicação Social sobre esta matéria. Este silêncio não se compreende e é insustentável, ainda mais quando se percebe que há quem queira prosseguir neste tipo de práticas.

 

Quem segue o futebol português com alguma atenção ao longo dos anos, já se apercebeu que os media em Portugal estão "sufocados" por uma campanha anti-Benfica organizada e que abrange todos os quadrantes da comunicação social.

 

Foi no entanto positivo a zanga das comadres do outro lado da 2ª circular, pois soube-se que a agremiação do Lumiar por si só gastava meio milhão de euros para financiar este tipo de situações.

Mas não se deixem enganar, este meio milhão não foi apenas dirigido a meia duzia de "blogueiros" ou "facebookianos" como os media avençados nos querem levar a crer, não tenho duvidas que o grosso deste dinheiro foi directo para os "jornalistas" dos meios de comunicação generalistas existentes em Portugal, pois só assim se percebe a enchurrada de mentiras, difamações, invenções lançadas sobre o Benfica durante anos. Não nos podemos esquecer que o clube da fruta e do cafe com leite deve de, pelo menos, dobrar os gastos da agremiação do Lumiar nesta matéria !!

Existem canais onde supostos "jornalistas" independentes fazem as suas crónicas diárias e semanais (veja-se a cmtv com a sua horda de lagartos submissos, veja-se a tvi que é outro antro de falta de independência, rigor e cumprimento de codigos deontológicos, veja-se a sic com a sua orda de lagartos submissos onde até se efectuam filmes de ficção para atacar o Benfica e que pelo excelente trabalho efectuado promoveu o "jornalista" em questão, da rtp nem se fala visto que o polo do desporto está assente no Porto onde é frequente a transferência de trabalhadores desta estação para orgãos directivos do clube da fruta.

 

A SportTV nem se fala, o que vale é que vão desaparecer a curto prazo, e muito mais descansado fiquei nesta matéria quando ontem pude ler a entrevista do seu administrador relativamente aos planos de "futuro" deste operador televisivo.

 

Se o governo em vez de nos aumentar os impostos a todos de forma indiscriminada fosse investigar o que se passa com os rendimentos reais e não declarados destes pseudo-jornalistas da nossa praça, talvez até desse para baixar os impostos a todos os contribuintes.

 

E o exemplo dos comentários face à comunicação oficial do Sport Lisboa e Benfica de ontem é completamente reveladora que a coisa continua em marcha e a todo o vapor.

 

Preocupados com as questões pertinentes, de justiça, trasparência, rigor e meritocracia? Nada disso, o melhor é assentar arraiais e exponenciar que o Benfica quer é saber qual o clube do coração dos responsáveis da FPF e da Liga nos ultimos anos, como se o Benfica e os Benfiquistas não soubessem ...

 

Quanto à pré-época do Glorioso, gostei do Gedson, do Alfa e do Castillo, isto para apenas falar dos "novos".

 

Saudações Benfiquistas.

publicado por Potenza às 10:23
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Abril de 2018

Quem é Pedro Fonseca, inspector da Policia Judiciária?

 

Fica aqui a pertinente pergunta.

 

Vamos aguardar por desenvolvimentos neste tema, que tem tudo para ser o mais interessante do ano, a seguir ao Penta, claro.

 

Mais detalhes no link abaixo:

 

https://ionline.sapo.pt/609494

publicado por Potenza às 11:45
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Abril de 2018

O subcomissário Filipe Silva anda a mentir em tribunal apesar de todas as acções pelas quais está acusado estarem gravadas em video e estarem disponiveis publicamente !

 

Mais desenvolvimentos no infeliz caso protagonizado pelo subcomissário da Policia de Segurança Pública Filipe Silva.

 

Sabe-se agora que o mesmo anda a mentir em tribunal !!

 

Deixo as noticias transcritas bem como o link para as mesmas.

 

"Filipe Silva admitiu que desferiu socos e bastonadas em dois apoiantes do Benfica.

O subcomissário da PSP Filipe Silva admitiu hoje, em tribunal, que desferiu socos e bastonadas a dois adeptos do Benfica em Guimarães, em 2015, mas sublinhou que agiu daquela forma por pensar que ia ser agredido.

No início do julgamento, no Tribunal de Guimarães, Filipe Silva disse que, na altura, sentiu “medo”, face ao clima de tensão que rodeou o jogo disputado nesse dia entre o Vitória Sport Clube e o Sport Lisboa e Benfica.

 

Filipe Silva responde por dois crimes de ofensa à integridade física qualificada, além de dois crimes de falsificação de documento e dois crimes de denegação de justiça e prevaricação.

Em tribunal, o subcomissário alegou que um dos adeptos agredidos o injuriou, o terá cuspido e ofereceu resistência à ordem de detenção, pelo que teve necessidade de recorrer à força, usando primeiro um cassetete e depois um bastão extensível.

Disse ainda que foi agarrado “por trás” pelo pai daquele adepto, um “ataque” a que respondeu com dois murros.

“Agi da forma que foi possível naquele momento de grande tensão e de adrenalina. O nível de força que utilizei não ultrapassou os limites máximos das normas de execução permanente”, referiu.

A versão do arguido foi contrariada pelos dois agredidos, tendo o filho garantido que não injuriou nem cuspiu o subcomissário e que apenas gesticulou, face à situação complicada que se estaria a viver no interior do estádio, onde os adeptos do Benfica ficaram retidos no final do jogo, num dia de “extremo calor” e de “muita confusão”.

O pai negou igualmente que tivesse tocado ou agarrado Filipe Silva.

“Vi o meu filho levar porrada de qualquer maneira e feitio, ia ajudar a ver se se ele se livrava daquilo e também levei”, descreveu.

Os factos remontam a 17 de maio de 2015, logo após o final do jogo entre o Vitória Sport Club e o Sport Lisboa e Benfica, no exterior do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Segundo o despacho de pronúncia, Filipe Silva "desferiu bastonadas" num adepto do Benfica, atingindo-o ainda com uma joelhada nas costas.

Além disso, o arguido terá também agredido o pai daquele adepto com "dois socos no rosto".

Os incidentes foram filmados por uma câmara de televisão, imagens que vão ser utilizadas em tribunal como prova.

Para a acusação, o arguido, em ambos os casos, utilizou "de forma excessiva" os meios coercivos de que dispunha, "no âmbito dos poderes funcionais que lhe foram legalmente conferidos para o exercício da função policial".

Diz ainda a acusação que Filipe Silva agiu "com grave abuso de autoridade, valendo-se da posição superior de autoridade em que estava investido para consumar a agressão, bem sabendo da especial censurabilidade da sua conduta".

Os agredidos foram dois adeptos do Benfica, pai e filho, tendo os incidentes sido presenciados por dois menores, netos e filhos das vítimas, respetivamente.

A acusação considerou ainda indiciado que, posteriormente aos factos, o arguido elaborou um auto de notícia e um relatório com dados "que não correspondiam à verdade, assim pretendendo justificar a conduta em que incorrera".

No auto de notícia, o subcomissário escreveu que o adepto filho resistiu a uma ordem de detenção e lhe deu uma cuspidela, o ameaçou e o injuriou.

Disse ainda que só usou o bastão face à "elevada possibilidade" de ser agredido pelo adepto.

Escreveu também que o adepto pai o agarrou e o tentou manietar, uma situação de que alegadamente terão resultado escoriações num ombro e um rasgão no polo da farda.

Juntou fotos que a acusação considera não corresponderem à verdade, até porque no final do policiamento Filipe Silva teria o polo "intacto".

Hoje, em tribunal, o subcomissário disse que escreveu no auto de notícia aquilo que foi a sua “perceção” dos factos."

"

 

https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/subcomissario-alega-medo-para-justificar-agressoes-a-adeptos-em-guimaraes

 

"Subcomissário da PSP está a ser julgado por agredir dois apoiantes do Benfica.

 

O subcomissário da PSP Filipe Silva afirmou hoje que o apoio dos adeptos do Vitória de Guimarães ao clube “é digno de um estudo académico”, sublinhando que eles são “mais violentos quando a situação descamba para a violência”.

“É atípica e notória a ligação quase religiosa dos adeptos ao clube, ao estádio e à cidade”, referiu.

 

Filipe Silva falava no Tribunal de Guimarães, no início do julgamento em que é arguido por agressões à bastonada e ao murro a dois adeptos do Benfica, no final de um jogo de futebol disputado, em 2015, no Estádio D. Afonso Henriques.

O arguido sublinhou que já fez policiamentos em vários estádios do país, incluindo Lisboa e Porto, mas “nada se assemelha” ao que acontece em Guimarães.

“Os adeptos [do Vitória] são muito mais aguerridos e muito mais barristas do que noutros estádios, o que faz com que sejam mais violentos quando descamba para a violência”, referiu.

Filipe Silva tentava, desta forma, explicar as dificuldades acrescidas do policiamento no estádio do Vitória Sport Clube.

No processo que hoje está a ser julgado, o subcomissário responde por dois crimes de ofensa à integridade física qualificada.

Responde ainda por dois crimes de falsificação de documento e dois crimes de denegação de justiça e prevaricação, por alegadamente ter feito constar dados falsos no auto de notícia que elaborou.

Os factos remontam a 17 de maio de 2015, logo após o final do jogo entre o Vitória Sport Club e o Sport Lisboa e Benfica, no exterior do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

"

 

https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/agente-filipe-silva-destaca-violencia-dos-adeptos-do-vitoria-de-guimaraes

 

 

Perante os factos que todos nós pudemos assistir através das imagens televisivas, que se encontram disponiveis no Youtube caso queiram recordar, ao que se juntam as mentiras proferidas e escritas em relatórios oficiais da PSP, não existe outra hipótese que a condenação a prisão efectiva deste individuo pelas bárbaras agressões cometidas sem qualquer justificação bem como a imediata irradiação da PSP e impedimento de futuro exercicio de qualquer actividade relativa a segurança publica ou privada.

 

publicado por Potenza às 15:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 6 de Dezembro de 2017

O jogo nas Antas

 

0-0 foi o resultado do jogo que opôs o Sport Lisboa e Benfica ao clube corrupto do Porto, na cidade do Porto.

 

Um jogo dividido onde o Benfica teve superioridade na 1ª parte e onde o clube da casa teve mais alento na 2ª.

 

Invariavelmente, estes jogos neste estadio e contra este clube estão sempre repletos de factores extra futebol, ou melhor, extra pontapé na bola e desportivismo propriamente dito.

 

O clima que esse clube criou desde a época passada em todo o futebol português, atingindo tudo e todos sem olhar a meios, sejam eles desportivos, éticos ou legais, obviamente condicionou todo o desenrolar deste jogo.

 

A comunicação social conivente com este tipo de "actuação", que em virtude da coligação do clube da fruta com o clube dos carneiros representa agora bem mais de 90% a nivel nacional, obviamente que não ajuda em nada, quer à dignificação do desporto, neste caso o futebol, quer aos valores do desporto em si, quer sobretudo quanto à veracidade dos factos, em que muitos deles são disponibilizados via audiovisualmente não dando assim azo a qualquer dúvida.

 

Quanto ao jogo em si, viu-se um Benfica personalizado em campo, com um meio campo forte durante todo o encontro, com criatividade nas alas, tudo muito bem apoiado por uma defesa sólida.

Varela esteve muito bem, excelente nas poucas vezes em que teve de intervir.

André Almeida fez provavelmente o melhor jogo que o vi fazer no Benfica. Simplesmente excelente, ainda para mais quando tinha de "guardar" o melhor jogador da equipa adversária. Brindou-o inclusivamente com uma "cueca" à moda antiga.

Luisão e Jardel estiveram bem, registando-se a subida de forma de Jardel com naturalidade à medida que os minutos a titular se vão somando.

Grimaldo como sempre melhor a atacar do que a defender, aspecto em que tem de continuar a melhorar.

Feija igual a si proprio, Pizzi em linha com o que temos visto nesta época, Krovinovic a revelar-se um caso sério de entrega a defender e de criatividade quando tem a bola nos pés. Samaris que entrou na 2ª parte para o lugar de Pizzi também esteve bem, dando a entrega e a calma necessária sobretudo quando Jorge Sousa colocou o Benfica a jogar apenas com 10. Zivcovic é um excelente jogador mas viu-se que ainda está verde para este tipo de jogos, tendo de trabalhar na concentração e maturidade das suas exibições (o 1º cartão amarelo que levou é um excelente exemplo disso).

Cervi fez um excelente jogo, nunca parando de atacar com a criatividade e velocidade que só ele tem, mesmo sendo castigado sucessivamente com faltas durissimas. Deixo aqui a questão, quantas faltas sofreu Cervi neste encontro?

Jonas numa missão solitária lá à frente, sempre perigoso, mas quando os arbitros não fazem o seu trabalho torna-se mais dificil. Conseguiu roubar um vermelho directo a um central adversário, só o árbitro (e a comunicação social avençada) é que não viu.

 

Quanto a Jorge Sousa, o árbitro deste encontro, teve uma vez mais uma actuação desastrada com nitido prejuizo quer para a verdade desportiva, quer para com o Sport Lisboa e Benfica. 

1 vermelho directo aos 10 minutos de jogo, vários cartões amarelos que ficaram por mostrar aos jogadores do clube corrupto assumido, enquanto que para com a outra equipa não se coibiu de expulsar um jogador com meia-duzia de minutos em campo.

É este aquele a que a comunicação social avençada apelida de o 2º melhor árbitro português. 

 

Antes do encontro, uma vez mais podemos assistir a adeptos do Benfica agredidos a caminho do jogo infelizmente, continua sem se perceber como existe este tipo de impunidade para quem pratica este tipo de acções.

 

Durante o encontro, foi visivel o arremesso de bolas de golfe entre outros objectos para dentro do relvado mais concretamente onde se encontravam os jogadores do Benfica. SItuação que também não é nova neste estádio, e também não se percebe qual a razão para a impunidade não só de quem pratica estas acções (este estádio tem várias câmaras de filmar), mas também do clube que apoia claques que constantemente incentiva este (e outros) tipo de comportamentos. Devem de existir regulamentos especificos para este clube assumidamente corrupto e seus adeptos quer desportivos quer legais, só assim é que se poderá perceber porque é que certas situação só ali ocorrem e de forma repetida.

 

Outra situação que infelizmente não é nova neste estádio e com o clube assumidamente corrupto, foi o sururu criado na segunda parte junto ao banco do Sport Lisboa e Benfica. É de realçar que um simples toque na bola fez com que todo o banco do clube assumidamente corrupto corresse na direcção do banco do Benfica, para além de outra situação ainda mais grave que se tratou de um adepto do clube assumidamente corrupto ter invadido o campo para agredir um jogador do Benfica.

 

Ficamos a aguardar pelo que as autoridades competentes, quer desportivas quer judiciais, vão fazer relativamente a todos estes acontecimentos.

 

A comunicação social avençada lá continua a fazer as suas encomendas, falando em dominios, golos anulados, pura e simplesmente omitindo o que de realmente se passou em campo. Desde o relato em directo na SportTV pelos "ajoelhados" do costume, a toda a cambada de psudo-jornalistas que por ai anda, quer em jornais, quer nas radios, quer nas televisões, a repetirem mentiras até à exaustão numa tentativa vã de criarem uma realidade virtual. É o desespero, e eles este ano estão mesmo desesperados.

 

O que é facto é que com este resultado, que não foi o melhor para o Sport Lisboa e Benfica, o Benfica só depende de si para vencer este campeonato, facto este que doi muito a todos os avençados que por ai andam que já tinham dado o Benfica como completamente arredado de qualquer conquista este ano futebolistico, isto apesar de já ter conquistado a Supertaça, tendo inclusivamente dado também "guias de marcha" a pelo menos metade do plantel do Benfica como inclusivamente ao próprio treinador Rui Vitória.

 

Continuamos a afirmar que a melhor forma de acabar com os avençados da comunicação social será os Benfiquistas não consumirem jornais, programas de radio, de televisão ou blogs e facebooks, onde é por demais evidente a tentativa sistemática de criar uma "realidade" alternativa.

Mas ai dirão, "então não posso ver, ouvir ou ler quase nada?", ao que eu respondo prontamente que sim, é isso mesmo, pois tirando a BTV não consigo identificar um unico programa de TV ou de rádio que não esteja sob o dominio dos deturpadores da realidade. Jornais idem, tirando umas rarissimas excepções de uns poucos colunistas, e mesmo blogs e facebooks de pseudo-benfiquistas não faltam por ai.

Vejam os jogos e avaliem por vós, não se deixem enganar.

 

Rumo ao Penta.

 

Viva o Benfica!

 

E Pluribus Unum. 

publicado por Potenza às 16:04
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Dezembro de 2017

Lapso do Tribunal adia o julgamento de PSP que agrediu adeptos do Benfica !

Começa mal o julgamento do subcomissário da PSP Filipe Silva (à direita na foto).

 

Subcomissário Filipe Silva a direita.jpg

 

 

Pormenores tecnicos fizeram com que o mesmo fosse adiado para o dia 16 de Abril do proximo ano(!).

 

João Nabais, advogado de José Magalhães e do pai, lamentou o adiamento. Diz que, tal como os queixosos, ficou "chocado e desiludido". "Quando o julgamento se realizar, em abril, passaram quase três anos da data dos factos", atirou, lamentando que "uma coisa tão simples consiga impedir "uma máquina tão pesada de arrancar". 

Segue o link para a noticia:

 

http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/lapso-do-tribunal-adia-o-julgamento-de-psp-que-agrediu-adeptos-do-benfica?ref=cmaominuto_timeline

 

Estaremos atentos ao desenrolar deste julgamento, pois tal como referido anteriormente, tudo o que não seja a imediata irradiação da PSP, proibição de exercer este e/ou qualquer outro cargo de autoridade de forma vitalicia, indemnização correspondente as acções efectuadas ás vitimas, e um bom periodo de "reflexão" num estabelecimento prisional (como presidiario, claro) não pode ser considerado justiça.

publicado por Potenza às 10:42
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Novembro de 2017

Julio Cesar "O Imperador"

 

Como Benfiquista foi um previlegio e um prazer poder acompanhar parte da carreira deste fabuloso guarda-redes que passou pelo nosso Glorioso Sport Lisboa e Benfica.

 

Um verdadeiro Campeão (neste caso Tri-Campeão nacional, vencedor de uma Taça de Portugal, de uma Supertaça Candido de Oliveira e de duas Taças da Liga) no Benfica, titulos que acrescentou a tantos outros anteriormente conquistados na sua brilhante carreira internacional quer a nivel de clubes quer a nivel de selecção Brasileira. 

 

 

Até na despedida é visivel a alma de Campeão e de Benfiquista.

 

 

Serás sempre um de nós, resta-me desejar felicidades e tudo de bom a este nosso Campeão.

publicado por Potenza às 11:43
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. AEK - Sport Lisboa e Benf...

. O empate em Chaves e o jo...

. Obrigado Luisão

. Liga dos campeões 18/19

. SEIS QUESTÕES E UM DESAFI...

. Quem é Pedro Fonseca, ins...

. O subcomissário Filipe Si...

. O jogo nas Antas

. Lapso do Tribunal adia o ...

. Julio Cesar "O Imperador"

.arquivos

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Abril 2014

. Novembro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links

.Contandor visitas

contador de visitas tumblr
blogs SAPO

.subscrever feeds