Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

slb-glorioso

slb-glorioso

Schalke 04 vs Sport Lisboa e Benfica

30.09.10, Potenza

 

Ontem foi dia de jogo a contar para a fase de grupos da Liga dos Campeões, tendo o Sport Lisboa e Benfica deslocado-se à Alemanha para defrontar a equipa do Schalke 04.

O resultado final do jogo ficou numa vitória por 2-0 para a equipa alemã, num jogo disputado a um ritmo elevadíssimo onde as duas equipas procuraramm sempre a vitória e a entrega dos jogadores foi exemplar.

De uma forma simplista, pode-se dizer que a vitória poderia ter sorrido a qualquer uma das equipas, pois ambas conseguiram criar oportunidades de golo, mas o pequeno pormenor de a equipa alemã ter marcado os dois golos aproveitando dois erros defensivos da equipa do Benfica enquanto que o Benfica não conseguiu marcar, tanto nas oportunidades que criou, tanto ao não aproveitar os erros defensivos da defensiva do Schalke, reflectiu-se no marcador final.

Gostaria de destacar dois aspectos que me pareceram evidentes com o decorrer do encontro, sendo que o primeiro é relativo ao facto de a equipa do Benfica não se encontrar ainda na sua forma física plena, isto porque tanto no final da 1ª parte como no final da 2ª parte do encontro, foi visível alguma falta de pernas nos jogadores Benfiquistas o que permitiu que nesses períodos a equipa do Schalke tivesse tido alguma supremacia em campo. O 2º aspecto constatei-o nas comemorações dos jogadores do Schalke quando do 1º golo do encontro, pois parecia que tinham ganho o campeonato do mundo e foi revelador que este era um jogo de "tudo ou nada" para a equipa do Schalke, e não temos qualquer dúvida que esta equipa se jogar todos os jogos com este tipo de entrega, será uma séria candidata a ganhar todas as competições onde está incluída, tendo em conta os seus valores individuais.

No entanto gostei da exibição da nossa equipa, personalizada com bom domínio de bola (acabou por ser a equipa com mais posse de bola), isto apesar de algumas mexidas no 11 inicial, pois Aimar em virtude de problemas físicos começou no banco entrando só depois do minuto 60 para o lugar de Saviola. Gaitán passou ao lado do jogo e Jesus atento não hesitou em mexer na equipa ao intervalo mostrando que o único resultado que interessava ao Benfica era a vitória, colocando Sálvio em campo para o lugar de Gaitán. Sálvio entrou bem no jogo mas após ter visto o cartão amarelo por mão na bola, deixou de ter o protagonismo que até então tinha tido. Aimar também entrou bem no jogo, o problema foi que quando entrou em campo já os outros jogadores não conseguiam acompanhar o seu ritmo mais fresco.

Preocupante foi a lesão do Cardozo que o retirou de campo, esperemos que não seja nada de grave e que possa dar o seu contributo nos próximos encontros. Kardec foi chamado para o seu lugar e também dispôs de oportunidades de golo, embora não tendo conseguido chegar à bola em nenhuma delas.

De referir ainda o facto de Javi Garcia ter corrido mais de 12 quilómetros durante o encontro, com Carlos Martins a destacar-se também neste aspecto com mais de 11 quilómetros percorridos.

Luisão esteve imperial, absolutamente intransponível, e Roberto foi o principal responsável pelo facto de o Benfica ter chegado ao intervalo sem ter sofrido golos com uma defesa absolutamente fantástica após remate ao poste de Raúl.

Globalmente todos os jogadores que alinharam estiveram bem, as únicas excepções são de facto os dois erros que permitiram aos jogadores do Schalke marcar os seus golos. E na Liga dos Campeões, estes erros pagam-se caro.

No próximo jogo entre as duas equipas que se realizará na Luz, penso que é perfeitamente possível vencer esta equipa do Schalke, tal como o era ontem, pois aquela defesa tremeu sempre que sairam as tabelas Saviola-Coentrão, Saviola-Sálvio. Então se Aimar e Saviola jogarem em simultâneo, é limpinho.

E agora que venha o Braga, que vem reforçadíssimo para este encontro com a "vedeta" do duarte gomes ...

 

Pela verdade desportiva !

 

Viva o Benfica !

 

E Pluribus Unum !

 

Saudações Benfiquistas.